Bairros, Blog

Obelisco de Ipanema

outubro 5, 2020
Obelisco de Ipanema

Se você mora na cidade maravilhosa ou já veio visitá-la, com toda certeza já deve ter visto o Obelisco de Ipanema, não é verdade? O monumento, inaugurado no ano de 1996, está situado em um dos pontos mais conhecidos e badalados do Rio de Janeiro.

A cada ano firmando-se como um destaque da cultura local, o que pouca gente sabe é que esta obra, com 22 metros de altura, foi projetada para ser um verdadeiro marco de Ipanema, ou seja, foi criada para o projeto Rio Cidade e está situada no local onde os bondes faziam o retorno para circular pelo bairro.

Isso mesmo, em meados do séculos XX, em Ipanema, era possível apreciar as belezas locais através de linhas de bondes que ajudaram a valorizar o bairro.

Obelisco de Ipanema Rio de Janeiro

Sem dúvida alguma, o Obelisco de Ipanema foi construído para enaltecer e contar a história do Rio de Janeiro, afinal ele é uma grande homenagem à memória desse que é um dos bairros mais charmosos e conhecidos não somente do Brasil, mas de todo o mundo.

Dessa forma, é interessante citarmos que essa construção foi idealizada pelo arquiteto Paulo Casé, autor, segundo informações do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio (CAU-RJ), de outros projetos como vários hotéis em todo o país. Entre eles, o Marriot e o Le Méridien (hoje Hilton), também em Copacabana.

Assim, como citado anteriormente, o Obelisco de Ipanema, construído com ferro galvanizado, buscou relembrar o antigo traçado da rótula dos bondes, que faziam retorno naquela região.

Obelisco Ipanema

Além das suas paisagens cinematográficas, monumentos e obras históricas não faltam na cidade maravilhosa. E por falar em história e cultura, o Obelisco de Ipanema consegue, com toda certeza, agregar e muito. E, por ser uma obra conhecida, ele se tornou importante ponto de referência.

Não há quem não conheça o Obelisco ou quem nunca tenha o usado como ponto de partida ou chegada.

Obelisco de Ipanema Visconde de Pirajá

O Obelisco de Ipanema, como o próprio nome sugere, está localizado em um ponto bastante singular e conhecido da cidade do Rio de Janeiro, ou seja, situa-se entre a Rua Visconde de Pirajá, Avenida Epitácio Pessoa e Rua Henrique Dumont.

Desse modo, ao mesmo tempo, Ipanema consegue reunir um ar de antigamente e contemporaneidade. E, na Visconde de Pirajá, por exemplo, é possível encontrar um riquíssimo comércio de rua, farmácias, lojas badaladas, galerias históricas e restaurantes com comidas de diversas nacionalidades e variedades de preços.

Sem falar que é uma ótima região para quem gosta de apreciar arquiteturas históricas.

História do Obelisco de Ipanema

Por ser uma das cidades mais antigas do Brasil, o Rio de Janeiro tem muita história para contar. Cada canto da cidade maravilhosa exala cultura, e não poderia ser diferente com o Obelisco de Ipanema.

Para início de conversa, como citamos logo acima, a obra está localizada entre três dos mais famosos endereços do país: Rua Visconde de Pirajá, Avenida Epitácio Pessoa e Rua Henrique Dumont. Isso significa que a cada passo dado pela região é possível se encantar com tamanha riqueza cultural.

Neste contexto, o Obelisco de Ipanema, inicialmente era envolvido por uma passarela, construída durante o primeiro governo do prefeito César Maia, também como parte do projeto Rio Cidade.

Porém, por gerar discussões entre os moradores da região, foi demolida há alguns anos, fato que até hoje gera lamentações aos amantes da história local.

Obeliscos mais conhecidos

O Antigo Egito costumava construir algumas obras arquitetônicas em comemoração a alguma data ou evento especial. Esse costume foi exportado para várias partes do mundo e, a partir disso, surgiram os primeiros obeliscos.

Em Washington, Estados Unidos, por exemplo, está localizado o maior obelisco do mundo. Ele foi construído como um memorial a George Washington, e possui quase 60 metros de altura.

Além da América, o Vaticano também abraçou a cultura dos obeliscos. Por isso, na Praça de São Pedro, encontramos o segundo maior obelisco do mundo com aproximadamente 40 metros de altura.

Paris, a cidade da moda, também não abriu mão de ter o seu próprio obelisco. Prova disso é que por lá, foi erguido o “Obelisco de Luxor”, feito a partir de granito rosa extraído de Assuão, retirado do “Templo de Luxor” e colocado no centro da Praça da Concórdia. A obra pesa mais de 230 toneladas, tem cerca de 23 metros de altura e tornou-se um importante ponto turístico da metrópole.

Vindo para a América do Sul, em Buenos Aires, na Argentina, foi erguido na Praça da República, um obelisco em comemoração ao quarto centenário da cidade.

Já no Brasil, temos obeliscos espalhados por todos os estados. Seguem alguns:

  • Obelisco de Jequié (Bahia);
  • Obelisco do Ceará;
  • Obelisco Militar de Brasília;
  • Obelisco de Pedreiras (Maranhão);
  • Obelisco de Campo Grande (Mato Grosso do Sul);
  • Obelisco da Praça Sete de Setembro (Minas Gerais);
  • Obelisco de Campina Grande (Paraíba);
  • Marco das três fronteiras (Paraná);
  • Obelisco da Batalha do Jenipapo (Piauí);
  • Obelisco do Ibirapuera (São Paulo);
  • Obelisco da Avenida Rio Branco (Rio de Janeiro);
  • Obelisco de Ipanema (Rio de Janeiro).

O Obelisco Mausoléu aos Heróis de 32, localizado no Ibirapuera, em São Paulo, é um importante símbolo da Revolução Constitucionalista de 1932. O monumento teve a sua construção iniciada em 1947 e teve a conclusão datada em 1970. Entretanto, foi inaugurado em 1955, antes mesmo de ter a sua construção finalizada.

Contudo, o Obelisco do Ibirapuera não é o mais antigo do Brasil. A construção mais antiga do Brasil é o Obelisco do Piques, localizado entre o Terminal Bandeira e Estação Anhangabaú, também em São Paulo, e erguido em 1814 por “Vicentinho”, um mestre de obras português.

A obra, totalmente esculpida em rocha de granito cinza-claro foi restaurada há alguns anos e segue em pé até hoje.

Como já dito, os obeliscos eram importantes elementos na arquitetura do Egito antigo, e as suas colunas costumam ter quatro lados que vão diminuindo progressivamente até formar um pirâmide em seu topo.

Ainda sobre eles, a título de curiosidade, o obelisco mais antigo do mundo está localizado na moderna Heliópolis, e tem cerca de 2.000 a.C.

Venha morar em Ipanema

Se você já mora na cidade do Rio de Janeiro, ou se está pensando em mudar para lá, com toda certeza Ipanema deve ser o seu endereço dos sonhos, não é mesmo? O bairro, conhecido mundo a fora pela música de Tom Jobim, consegue reunir boemia, muita cultura e sofisticação.

Morar nesse pedaço de paraíso, é ter próximo belezas naturais de tirar o fôlego de qualquer um. A Pedra do Arpoador, por exemplo, é uma ótima opção para quem curte aproveitar o finalzinho da tarde longe da correria do cotidiano.

Restaurantes de alto padrão, muitas livrarias, teatros e cafés extremamente tranquilos também estão presentes em cada rua do bairro. Irresistível!

Além de tudo isso, morar em Ipanema é pensar também em segurança. Afinal, morando em uma grande metrópole, esse ponto não pode ser deixado de lado de jeito nenhum.

“Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça”…. Indiscutivelmente, morar em Ipanema é ter a sensação de estar dentro da letra de Tom e Vinicius. Isso porque além de uma localização pra lá de privilegiada, o bairro está entre Copacabana, Leblon e da Lagoa Rodrigo de Freitas, regiões nobres do Rio de Janeiro.

Além de todos os pontos acima, a locomoção é outro fator bastante vantajoso para quem deseja mudar-se para Ipanema. Assim, o bairro oferece aos seus moradores, um excelente serviço de transporte público, contando com duas estações de metrôs e pontos de ônibus espalhados por suas ruas.

Resumindo, se você prefere deixar o carro em casa para ir trabalhar, Ipanema é o melhor lugar.

O bairro também é uma boa pedida para quem gosta de uma vida cultural intensa. É possível aproveitar de botecos gourmets até grandes restaurantes de reconhecimento internacional. Bares badalados ao som de jazz, blues e gafieira também costumam ser bem frequentados.

Imóveis em Ipanema

Ipanema também é o melhor lugar para quem não consegue viver longe do bom gosto. Isso porque em ruas como Garcia D’ávila e Nascimento Silva, destacam-se lojas de luxo que reúnem as principais marcas do mercado nacional e internacional.

Nas década de 1970, Ipanema despontou como um dos bairros mais glamourizados do Rio de Janeiro. E de lá pra cá a situação só melhorou, ou seja, mudar para Ipanema é, certamente, um investimento seguro e inteligente.

Afinal, além de toda comodidade relatada nos parágrafos anteriores, o bairro possui um dos metros quadrados mais valorizados do Rio de Janeiro e de todo o Brasil, desconhecendo assim alguma possível desvalorização.

Se você busca apartamento ou cobertura em Ipanema, acesse o site da Invexo, imobiliária especializada em imóveis exclusivos na Zona Sul carioca.

Compartilhe este artigo



Perguntas Frequentes

Onde o Obelisco de Ipanema está localizado?

O Obelisco Ipanema está localizado em um ponto super estratégico do bairro. Ele fica entre a Rua Visconde de Pirajá, Avenida Epitácio Pessoa e Rua Henrique Dumont.

Quando o Obelisco de Ipanema foi construído?

O Obelisco Ipanema teve a sua construção concluída no ano de 1996.

Qual foi o arquiteto que fez o Obelisco de Ipanema?

O Obelisco de Ipanema foi projetado no ano de 1996 pelo arquiteto Paulo Casé, já falecido.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário